20.4.18

Além de praias deslumbrantes e hotéis de alto padrão, o Algarve vem se consolidando como celeiro de grandes chefs e atraindo visitantes d...


Além de praias deslumbrantes e hotéis de alto padrão, o Algarve vem se consolidando como celeiro de grandes chefs e atraindo visitantes de todo o mundo para seus restaurantes. Em Portugal, a região é a que concentra o maior número de restaurantes reconhecidos com estrelas do tradicional guia Michelin: são oito no total. Neste ano, dois novos estabelecimentos receberam a honraria: Gusto de Heinz Beck, comandado pelo chef executivo italiano Daniele Pirillo; e o restaurante Vista no Bela Vista Hotel & Spa, comandado pelo o jovem chef João Oliveira.

                                         Imagem: Pixabay
Vinho, mariscos e charutos

No Gusto, localizado no Conrad Algarve, o residente Daniele Pirillo mistura sua expertise com a de Heinz Beck (reconhecido com três estrelas Michelin). Juntos, eles criam uma inovadora cozinha mediterrânea, combinada a uma impressionante carta de vinhos, coquetéis premiados e menu de charutos cubanos. No Vista, João Oliveira resgata suas origens e serve pratos influenciados pelos maravilhosos mariscos dos oceanos do Algarve, fundidos com os sabores sofisticados do seu passado no norte. Para a experiência ficar ainda mais completa, é possível degustar o menu combinando 3, 5 ou 8 pratos com emparelhamento de vinhos.

Inovações e chef brasileiro no Algarve

Entre os já consagrados, o Bon Bon é um destaque. O chef Louis Anjos serve pratos locais de alta qualidade, com ingredientes frescos e combinações inovadoras que traduzem a cultura algarvia em cada prato. Já o chef brasileiro Henrique Leis oferece um ambiente de charme rústico em seu restaurante homônimo. Nesse cenário, aparecem clássicos franceses com um toque de brasilidade em criações como noisettes de carne de veado com molho poivrade, e duo de tainha vermelha e vieiras com mousseline de aipo.

No Restaurante Ocean, localizado no hotel Vila Vita Parc, o chef austríaco Hans Neuner utiliza técnicas inovadoras de alta cozinha em ingredientes produzidos localmente. Premiado com duas estrelas, ele é responsável por pratos como o Miral Pigeon com amora, chicória e nozes pretas, e John Dory servido com alcachofra “queimada”, flor de abobrinha e polvo.

Portugal e Europa Central em pratos contemporâneos

O chef Leonel Pereira é responsável pela cozinha clássica do São Gabriel. Com formação na Academia Alain Ducasse, no Le Nôtre e no Institute of Culinary Arts, e com passagens por grandes hotéis como o Cipriani em Veneza, ele propõe um menu criativo e contemporâneo. O Vila Joya, do chef Dieter Koschina, também é reconhecido por suas inovadoras técnicas culinárias europeias e foi selecionado como um dos “50 Melhores Restaurantes do Mundo”. Com serviço impecável, o restaurante serve os ingredientes mais frescos das fazendas regionais e do mar. Alguns exemplos são: o pintado recheado com trufas negras e alcachofras, o fígado de ganso assado e servido em um purê de brócolis com enguia defumada e o bacalhau emblemático de Portugal, confitado e combinado com coulis de beterraba e iogurte.

O alemão Willie Wurger é outra figura emblemática do cenário gastronômico da região: ele deixou um rastro de estrelas Michelin em todo o Algarve. Desde que chegou à região no início dos anos 80, Wurger se envolveu em diferentes restaurantes que foram marcos locais. Hoje, dirige o seu próprio restaurante, o Willie’s, que recebe uma estrela todos os anos desde 2006. A sua especialidade é a cozinha da Europa Central, em receitas como os raviolis de marisco feitos à mão com molho cremoso de Vermute. O restaurante está tranquilamente escondido atrás do Hilton Resort, na área residencial de Vilamoura.

Para saber mais sobre a gastronomia do Algarve e conferir dicas exclusivas de passeios, hospedagens e agenda cultural da região, acesse: www.conexaoalgarve.com / @conexaodestinos / #conexaoalgarve

Compartilhe a matéria nas redes sociais: 

O Hotel Fazenda Mazzaropi , de Taubaté (SP), é um sonho para famílias com crianças. Não à toa foi eleito oito vezes como o melhor do Brasi...


O Hotel Fazenda Mazzaropi, de Taubaté (SP), é um sonho para famílias com crianças. Não à toa foi eleito oito vezes como o melhor do Brasil em sua categoria por uma importante premiação de turismo. Então que tal aproveitar o mês de maio para conhecê-lo ou para matar as saudades, caso já tenha se hospedado?

                  Imagem: Divulgação

Para o feriado do Dia do Trabalho, o pacote tem duração de 4 noites, da sexta-feira, 27 de abril, à terça-feira, 1º de maio, e custa a partir de R$ 4.400 por casal, com pensão completa e direito a todas as atividades. Já no Dia das Mães, duas noites, de sexta (11/5) a domingo (13/5), têm desconto de 20% e valores a partir de R$ 1.744 por casal, também com todas as refeições e uma ampla programação de lazer.

Cada dia no “Mazza” é tão completo e divertido que é impossível querer ir embora ao final da estada. Depois do café da manhã, pais e filhos se reúnem para alimentar os animais da fazenda – há galinhas, patos, coelhos e vacas -, fazer passeios a cavalo ou usar uma das quatro piscinas, sendo uma delas aquecida.

Os adultos que quiserem um pouco mais de descanso podem deixar com tranquilidade seus filhos com a experiente e dedicada equipe de monitoria. Atividades não faltam para os pequenos: são sessões de arte na Sala do Saci, jogos nas quadras poliesportivas e caças ao tesouro ou brincadeiras de antigamente por toda a propriedade. Enquanto isso, os pais podem jogar tênis, fazer uma massagem, andar de bicicleta, caminhar com os monitores, usar a academia de ginástica ou simplesmente relaxar no bar da piscina. Fora os passeios de trem e as visitas à Cachaçaria Mazzaropi. E assim o dia passa, num piscar de olhos, com muita descontração e leveza.

A programação continua depois do jantar, com música ao vivo no bar e exibição de peças e espetáculos de mágica no Circo ou no teatro do Museu Mazzaropi. O Museu, inclusive, também merece atenção especial: são mais de 20 mil itens que ilustram a vida e a obra do cineasta Amácio Mazzaropi, cujo estúdio ficava nas terras onde hoje está o hotel.

A infraestrutura conta, ainda, com parquinhos em diversos locais do hotel, lago para pesca e passeios de pedalinho, brinquedoteca, circuito de arvorismo, saunas seca e a vapor, campos de futebol e vôlei de areia, minigolfe, salão de jogos, horta e centro de eventos. Tudo em uma área de 150 mil metros quadrados.

Mais informações podem ser obtidas no site www.mazzaropi.com.br ou no telefone (12) 3634.3400.

Compartilhe a matéria nas redes sociais: 

13.4.18

Espresso ou coado, com leite ou puro. O café é uma das delícias mais queridinhas do Brasil, país que mais exporta esse grão em todo o mund...


Espresso ou coado, com leite ou puro. O café é uma das delícias mais queridinhas do Brasil, país que mais exporta esse grão em todo o mundo. Segundo o Cecafé (Conselho dos Exportadores de Café do Brasil), essa é a segunda bebida mais consumida no Brasil, perdendo apenas para a água. Mas, como não gostar daquele cafezinho para começar o dia com mais disposição ou trazer um aconchego depois do almoço ou jantar?

                      Imagem: Pixabay / free

A discussão, porém, se o café traz benefícios ou malefícios para a saúde e quais são seus impactos nas nossas vidas, permanece constante. Para celebrar o Dia Mundial do Café, que acontece no dia 14 de abril, Flamarion Pirtouscheg, Gerente de Categoria de Produtos da Electrolux, esclarece alguns mitos e verdades sobre esse grão. Confira:

O café coado tem mais sabor que o espresso.

Mito. Quando o café é preparado resultando o espresso, o sabor fica mais forte que o coado, por causa da forma que é feita a bebida – o pó é prensado no filtro. Por outro lado, o gosto do café coado permanece acentuado por mais tempo que o espresso, que é recomendável que seja ingerido logo após o seu preparo.

Café tira o sono.

Verdade. O café possui a cafeína que é uma substância presente também em outros alimentos, que age como um estimulante no cérebro, dificultando o sono e combatendo a fadiga, o que faz com que o consumidor da bebida se atente mais nas suas atividades – por um tempo determinado. Isso muda de pessoa para pessoa, por causa do sistema nervoso de cada um e como ele reage a essa substância. Para os que sofrem de insônia, o café não é necessariamente o causador da falta de sono, já que tem um efeito passageiro de duas horas, mais ou menos.

Cafeína em excesso faz mal.

Verdade. Tudo que ingerimos em excesso não faz bem para a nossa saúde. Isso não é diferente com o café. Segundo periódico científico da Food and Chemical Toxicology, a quantidade máxima de consumo de cafeína por dia é de 400ml, ou três xícaras de 150ml por dia.

Café dá dor de cabeça.

Mito. A cafeína é uma substância presente em diversos medicamentos que combatem a dor de cabeça. Se a bebida causa dor de cabeça em algumas pessoas, isso pode acontecer porque seu sistema nervoso já é hiperativo e a cafeína pode reforçar isso.

Diversos fatores interferem no sabor final do café.

Verdade. Desde a hora da plantação até colocar nas sacas, tudo influencia no gosto do cafezinho na xícara. O terroir – condições geográficas e climáticas de determinada região -, cultivo, variedade, forma de plantio – tipo de terreno-, colheita, secagem, torra, embalagem e preparo, são exemplos de etapas de preparar o grão para uso e que podem ser feitas de diversas formas que interferem diretamente no sabor final do café.

Crianças podem tomar café.

Depende da idade. O café é uma bebida que pode dificultar a absorção de algumas substâncias importantes para uma criança em crescimento. É recomendado que antes dos seis anos de idade, a criança não consuma a bebida. Depois disso, ela pode ser até apresentada para os pequenos, mas com muita moderação.

Não pode tomar medicamentos com café.

Verdade. O café pode inviabilizar as reações químicas propostas pelas substâncias em medicamentos. Por essa razão, não é recomendável tomar comprimidos com a bebida.

Conheça a linha de cafeteiras Electrolux aqui.

Compartilhe a matéria nas redes sociais: 

Aos fins de semana sobra um tempinho livre para fazer as coisas que tanto amamos, como ir ao cinema, assistir um filminho e, claro, reunir...


Aos fins de semana sobra um tempinho livre para fazer as coisas que tanto amamos, como ir ao cinema, assistir um filminho e, claro, reunir toda a família para bater papo e dar boas risadas. E se essa reunião for acompanhada de uma comidinha gostosa é melhor ainda!

Para fugir do já tradicional arroz com feijão que comemos diariamente, que tal botar a mão na massa e preparar aquele prato mais elaborado. Pensando nisso, a Adria uma das principais marcas de massas, biscoitos e torradas do país, pertencente à M. Dias Branco, preparou um Gnocchi ao Molho de Nata com Salmão e Linhaça.

Agradar toda a família não é difícil, basta apenas um pouco de dedicação. Veja como preparar essa receitinha abaixo.

GNOCCHI AO MOLHO DE NATA COM SALMÃO E LINHAÇA

                       Imagem: Divulgação

Ingredientes:

1 embalagem de Gnocchi Grano Duro Adria 500g
400g de salmão
3 dentes de alho picados
Caldo e raspas de 1 limão
3 colheres (sopa) de azeite
3 tomates sem sementes em cubos
1 maço de brócolis sem os talos
1 xícara (chá) de castanha do para triturada
1 xícara (chá) de linhaça torrada
Sal e ervas finas a gosto
Queijo parmesão a gosto

Molho de Nata:
2 colheres (sopa) de amido de milho
½ litro de leite
500g de nata
1 colher (sopa) de manteiga ou margarina
Sal e noz moscada gosto

Modo de Preparo:

Comece preparando o salmão. Em uma assadeira média, acomode o salmão, tempere com alho, sal, ervas finas, azeite, caldo e raspas de 1 limão. Cubra com papel-alumínio e leve para assar em forno médio (180ºC) preaquecido por 20 minutos. Retire o papel-alumínio e deixe dourar por 5 minutos. 

Retire do forno, corte o salmão em lascas e reserve.

Prepare o molho de nata. Dissolva bem o amido de milho no leite e leve ao fogo junto com os demais ingredientes, mexendo sempre até engrossar. Acerte o sal, acrescente a noz moscada e reserve.

Em uma frigideira pequena, aqueça o azeite, salteie o brócolis e o tomate. Acerte o sal e reserve.

Em uma panela grande ferva 5 litros de água com sal e cozinhe a massa. Para isso, coloque a massa e mexa de vez em quando, até que a água volte a ferver. Deixe cozinhar de acordo com o tempo indicado na embalagem ou até que fique “al dente”, ou seja, macia, porém resistente à mordida.

Escorra a massa, acomode em um refratário grande, acrescente o molho de nata e envolva bem com a ajuda de dois garfos grandes. Acomode por cima as lascas de salmão e o refogado de brócolis com tomate. Salpique a castanha do para, a linhaça, o queijo parmesão e sirva a seguir.

Rendimento: 6 porções

Compartilhe a matéria nas redes sociais: 

No dia 13 de abril, o Trabuca Bar comemora o Dia do Beijo com drinque inspirado na pintura “O Beijo”, de Gustav Klimt. Para completar o...


No dia 13 de abril, o Trabuca Bar comemora o Dia do Beijo com drinque inspirado na pintura “O Beijo”, de Gustav Klimt. Para completar o romance, vem acompanhado de um cadeado para identificar e eternizar o amor na grade de cadeados da casa, uma experiência especial que entra na carta do bar, junto com a bebida, a partir desta data.

                         Imagem: Reprodução

A imagem da obra vem desenhada na espuma do drinque que leva o nome de Der Kuss (O Beijo, em alemão), feito a partir da combinação entre gin Tanqueray N°TEN, Limão Siciliano, Abacaxi, Licor de Flor de Sabugueiro, Orange Bitters, Clara de Ovo, Espumante e Sálvia (R$ 30).

Conhecido como representante do Art Nouveau o percursor do simbolismo, o artista austríaco foi um dos que romperam com os padrões artísticos da época e iniciando obras com ideais românticos. Essa obra é uma das mais conhecidas da fase dourada e que sugere diferentes interpretações, mas todas ligadas ao amor.

Localizado na Avenida JK, em São Paulo, o Trabuca Bar se destaca na cena paulistana por ser destino atraente e divertido para um happy hour ou noite badalada. A casa oferece ambiente moderno e agradável. 

No bar, sua carta de drinques oferece receitas autorais, bem executadas e de apresentação surpreendente, assinados pelo time de criação. Sua gastronomia investe na releitura peculiar da culinária de boteco paulistana. Na badalada programação, Deejays conceituados na cena musical nacional, se dividem no comando das pick-ups.

SERVIÇO:

Trabuca Bar

Av. Juscelino Kubitschek, 1.444 - Itaim Bibi / São Paulo

Compartilhe a matéria nas redes sociais: